AFTOSA

SRP lança campanha questionando antecipação do fim da vacinação no PR

AFTOSA

A Sociedade Rural do Paraná acaba de lançar uma campanha denominada “Aftosa. Consciência e Responsabilidade”. Na série de quatro vídeos de cerca de 60 segundos cada um, diretores da entidade questionam a antecipação do fim da vacinação contra a febre aftosa no Estado para este ano. O primeiro vídeo já está no site da SRP e também pode ser visto no youtube - clique aqui. Os demais vídeos serão divulgados a partir da próxima semana.

O Paraná está inserido no Bloco V do Programa Nacional de Erradicação de Febre Aftosa (PNEFA), junto com os Estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Santa Catarina (que já tem o status de livre de aftosa sem vacinação). A previsão é que a vacinação seja suspensa neste bloco em 2021.  No entanto, o governo do Estado levou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento a solicitação de antecipar o fim da vacinação no Paraná, de forma isolada,  ou seja, sem os outros estados do bloco.

Esse isolamento preocupa a SRP, pesquisadores e mais cerca de 40 entidades.  Na campanha, a entidade mostra sua preocupação com a medida e aponta suas razões.

Os vídeos foram gravados pelo presidente da SRP, Antonio Sampaio; pelo diretor administrativo-financeiro, Moacir Sgarioni; pela diretora de Relações Internacionais, Luly Barbero; e pelo presidente do Conselho Superior Afranio Brandão.