Hackathon Agroclimático

Meteorologia personalizada para propriedade rural é proposta vencedora da maratona

Hackathon Agroclimático

A startup CTAgro foi a grande vencedora do 1º Hackathon Agroclimático do Brasil, realizado no 2º AgroBit Brasil 2019, com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), encerrado na noite desta quarta-feira, 13 de novembro, no Parque de Exposições Ney Braga, em Londrina (PR). O prêmio de R$ 3 mil foi entregue ao representante da starturp João Américo Barbosa. Em segundo lugar, ficou a startup Auto Hidro, que recebeu R$ 1,5 mil e, em terceiro lugar, a startup Ozone, que recebeu R$ 1 mil.

A equipe vencedora propôs o desenvolvimento de um aplicativo que faz cruzamento e ranqueamento de dados meteorológicos de várias fontes, através de algoritmos inteligentes para que o produtor  receba em seu celular informações personalizas para sua propriedade. “Assim, ele vai saber mais precisamente se vai chover, quando e quanto vai chover”, explicou Barbosa. Ele se disse surpreso com o primeiro lugar porque a competição estava muito forte. “Foram apresentadas propostas muito interessantes e, algumas, com grande viabilidade para se tornarem produtos de sucesso”, avaliou.  Por ser o primeiro hackthon com participação do MAPA e para resolver um problema específico, Barbosa disse que sentiu uma responsabilidade maior.

O projeto da equipe segunda colocada, Auto Hidro, é de irrigação inteligente que utiliza drones e sensores de solo, além de software, para acompanhamento remoto. A água seria liberada automaticamente de acordo com a necessidade momentânea do solo. O terceiro colocado propôs a utilização de ozônio para eliminar insetos conhecidos como “cascudinhos” da cama dos aviários, sem contaminação por veneno.

A ideia do hackathon, segundo um dos organizadores, o consultor do Sebrae Lucas Ferreira, é que as equipes trouxessem soluções para o produtor com ferramentas que trabalham a questão agroclimáticas, seja de previsão, de uso das informações para tomada de decisão. “Eles pensaram em propostas que facilitam a vida do produtor”, disse. Com formato de imersão mercadológica, os participantes tiveram acesso a conteúdos especializados, com o MAPA disponibilizando dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

O hackathon é uma realização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em parceria com a Sociedade Rural do Paraná (SRP),Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Paraná (SEBRAE-Londrina), Embrapa e Instituto Agronômico do Paraná (Iapar).