Londrina recebe a Caravana 4.0 Ideas for Milk

O evento estimula a criação de agtechs na cadeia do leite

Londrina recebe a Caravana 4.0 Ideas for Milk

Londrina recebe no dia 12 de setembro a Caravana 4.0 Ideas for Milk.  O evento é aberto a público universitário, produtores, startups, empresários da alimentação e indústria ligados à cadeia do leite e será realizado no auditório Milton Alcover, na Sociedade Rural do Paraná, a partir das 18h30. A iniciativa visa fomentar o empreendedorismo e despertar para oportunidades de geração de novos negócios vislumbrando a pecuária 4.0. “Assim como as fintechs invadiram o setor financeiro, a visibilidade das agtechs, ou startups do agronegócio, vem aumentando diariamente. O campo demanda cada vez mais tecnologia, em busca de melhor produtividade e maior renda para o produtor rural. Um exemplo é o setor de leite, cujo faturamento total da cadeia produtiva chega a R$ 84 bilhões ao ano, e que tem na inovação uma alternativa para impulsionar seu crescimento de forma saudável“, destaca Paulo Martins, chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, instituição que coordena a inciativa. 

A Caravana 4.0 visita universidades, eventos de inovação e comunidades startup em todo o Brasil para conversar sobre a cadeia produtiva do leite, a revolução digital no agronegócio e o mercado agtech e de inovação para o leite. A vinda da Caravana para Londrina foi viabilizada em parceria com o Agro Valley, a governança de inovação que reúne as principais entidades que atuam com agricultura em Londrina. “A vinda do Ideas for Milk demonstra como os Ecossistemas podem e devem interagir, sempre levando inovações que podem gerar impacto no campo.  Este tem sido um ano de consolidação do Ecossistema de Inovação Agro para Londrina e região. O Agro Valley tem conseguido mobilizar vários atores e em prol de um ambiente mais favorável à inovação” explica George Hiraiwa, coordenador do Agro Valley. “Receber a Caravana 4.0 Ideas for Milk em Londrina, em um evento aqui na SRP, nos deixa satisfeitos, porque não só fortalece a entidade, seus associados, como impulsiona a cadeia do leite na região e principalmente o nosso ecossistema tecnológico, que resulta em crescimento, conhecimento, geração de emprego e renda” avalia Sampaio presidente da Rural. 

O evento é aberto a público universitário, produtores, especialistas em alimentação e indústria ligados à cadeia do Leite. O evento da Caravana 4.0 dura cerca de duas horas, com palestras curtas, dinâmica de inovação, bate-papo e “milk break”, Alunos de cursos de administração, agronomia, automação, biologia, bioquímica, computação, design indústria, economia, engenharias, física, mecatrônica, nutrição, química, robótica, zootécnica, entre outros, que terão a oportunidade de integrarem seus conhecimentos e desencadearem novas ideias. Em 2019, a organização do evento inovou e ampliou as oportunidades para além das fazendas, incluindo também as áreas de nutrição e saúde e design industrial. 

A Caravana é um iniciativa de base para fortalecer o Ideas For Milk, ecossistema de inovação do leite. Ao passar pelas Universidades, a ação provoca reflexão e gera insights sobre como se inserir no processo e formar equipes multidisciplinares que somam seus conhecimentos e promovem a inovação sob diferentes aspectos. Em novembro, há uma segunda iniciativa, chamada Vacathon, que é um programa de imersão de uma semana, onde professores de instituições de ensino superior montam um time para representar a universidade nesta maratona de programação. O time pode reunir alunos de ensino técnico, graduação e pós-graduação. Para o Vacathon são selecionados 100 estudantes universitários, de todo o país, acampados na principal empresa de pesquisa agropecuária do Brasil durante 5 dias. É importante ter membros de diferentes áreas, como medicina veterinária, agronomia, zootecnia, engenharias, computação e design. São cinco integrantes em cada time, além do professor.

A terceira e maior ação do Ideas For Milk é o Desafio de Startups, uma competição nacional que recebe inscrições de equipes até 28 de outubro e será realizada em São Paulo.  A competição tem como foco empreendedores com ideias inovadoras baseadas em softwares web, aplicativos mobile ou soluções em hardware, incluindo internet das coisas, para os diversos setores produtivos da cadeia do leite. Este é o terceiro ano do evento, que dessa vez será realizado em São Paulo, depois de já ter passado por Brasília (DF) e Juiz de Fora (MG).

"Uma startup que participar do evento pode ganhar o mundo. Quem avalia essas empresas são produtores e empresários do setor com uma visão dinâmica e inovadora. É uma visibilidade inigualável", diz Martins. A tecnologia aplicada no Brasil pode ser replicada internacionalmente, como em países da América Latina ou da África, lembra.

Rede de parceiros – Junto com a Embrapa, são realizadores do Ideas for Milk: BovControl, Qranio, Kick Venture, Agripoint, Carrusca Inovation, Texto Comunicação. Em três anos, já atraiu mais de 70 parceiros, como Nestlé, VivaLácteos, Microsoft, Sebrae, Tim e renomadas instituições de ensino superior.

Sobre o Agro Valley: Criado em 2018, o Agro Valley conecta pessoas e instituições e tem a missão de promover a inovação por meio da gestão estratégica do ecossistema de inovação em Londrina.  A governança do ecossistema de inovação congrega mais de 30 entidades que estão atuando na discussão de temáticas e desenvolvimento de iniciativas que favoreçam o desenvolvimento tecnológico do agronegócio com a visão de tornar Londrina um polo internacional em tecnologia agro na economia do conhecimento, gerando valor e desenvolvimento para a cidade e região. 

Fonte: Ascom Embrapa/Londrina