Novo Modelo de Pedágio

Audiência pública sobre pedágio será no Parque Ney Braga

Novo Modelo de Pedágio

A Frente Parlamentar do Pedágio da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), formada por 26 deputados estaduais, sob a coordenação do deputado Arilson Chiorato (PT), realiza nesta quinta-feira (11), em Londrina, audiência pública para debater o novo modelo de pedágio.

A audiência, com início às 9h e previsão de término ao meio dia, será realizada no Pavilhão Internacional, no Parque de Exposições Ney Braga, espaço cedido pela Sociedade Rural do Paraná (SRP).

O evento terá formato híbrido – virtual e presencial – devido à pandemia do coronavírus. O Pavilhão Internacional será preparado seguindo as medidas sanitárias e normas de segurança dos decretos municipais e estaduais. O espaço possui 1.683 metros quadrados de área.

A audiência pública poderá ser acompanhada pelas redes sociais da Assembleia Legislativa (facebook e youtube) ou pela TV Assembleia: canal 10.2 da tv aberta e canal 16 da Claro/Net. Também pelo Modo Remoto: através da plataforma Zoom, por meio do link: https://zoom.us/j/98016558713?pwd=dEJUYXNpK1l0Mk5JVFMvWHpSb1ZHUT09 , ID da reunião: 980 1655 8713 e  Senha de acesso: 359730.

Segundo o presidente da SRP, Antonio Sampaio, o espaço é a oportunidade que a população tem de discutir como serão as concessões das rodovias no estado do Paraná. “Se não colocarmos com clareza o que entendemos ser importante neste assunto de grande relevância para todos, corremos o risco de repetirmos a tragédia da última concessão que nos cobrou preços abusivos e trouxe muito pouco benefício. A hora é de preocupação, serão 30 anos de concessão, não podemos mais errar”, reforça Sampaio.

Os atuais contratos de concessões de pedágio terminam em novembro de 2021 e as licitações, via edital, devem iniciar em setembro. As audiências públicas para debater o novo modelo de pedágio estão sendo realizadas em vários municípios do Paraná e iniciaram no dia 5 de fevereiro em Cascavel e devem finalizar no dia 5 de março em Ponta Grossa.