Resultado da Semana de Inovação de Londrina

O evento reuniu governanças dos setores produtivos da cidade. SRP participou pela Agro Valley

Resultado da Semana de Inovação de Londrina Representantes das Governanças e organizadores da Semana / Foto: divulgação

Os resultados da Primeira Semana Virtual de Inovação de Londrina, realizada entre os dias 6 e 13 de novembro, mostram um panorama de crescimento e desenvolvimento dos ecossistemas de inovação londrinense e segundo os organizadores, o evento cumpriu o objetivo de fortalecer e integrar estes segmentos. A abertura da Semana reuniu virtualmente 446 pessoas. Nos 11 eventos realizados, o número de inscritos foi de 3.351, com 2.441 participações.

Para o gerente da regional norte do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Fabrício Bianchi  a semana foi um grande marco, principalmente pela força que as governanças de cada setor econômico da cidade mostraram e pela consolidação da governança do ecossistema de inovação. “Foi um marco no intuito do somatório de esforços de cada um dos líderes dessa estrutura que move a cidade, o papel de cada uma das oito governanças dos setores que compões esta dinâmica de inovação de Londrina, como também da ACIl, Fiep, de todo o Sistema “S”, apoiando em suas competências, em prol desta agenda de empresas de base tecnológica e principalmente, da convergência de interesses do setor público com a iniciativa privada”.

O ecossistema de inovação esteve representado na Semana de Inovação de Londrina pelos setores do agronegócio (Agro Valley); saúde (Salus); tecnologia da informação e comunicação (APL de TIC); construção civil inteligente (ICON); eletrometalmecânico (INOVEMM); químico e materiais (Integra); APL de audiovisual (LAVI)/economia criativa e DTis-destinos turísticos inteligentes (Governança de Turismo) que realizaram eventos virtuais, mobilizando cada segmento local.

Durante a Semana também foram realizados a Conferência Municipal de Ciência e Tecnologia, pela Codel, um Encontro de Lideres e uma Rodada de Inovação e Oportunidades, pelo Sebrae e o Hackatur, maratona realizada dentro da programação da Governança de Turismo, com três equipes selecionadas: Ev3nt, Explore e Era2Tech.

“Tivemos um feedback positivo das lideranças da cidade e também de quem participou – público do Brasil todo - ,  elogiando a relevância e a qualidade dos conteúdos com palestrantes de renome internacional e a estrutura dos eventos. Foi um aprendizado realizar a semana totalmente virtual. Os resultados foram além do esperado, com interação, realização de negócios, de onde até não se esperava, por exemplo no “chat” dos eventos”, disse Roberto Moreira, diretor de Ciência e Tecnologia do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel).

O impacto positivo de uma Semana de Inovação Virtual, em um cenário complexo de pandemia, se deu também a fatores de estimulo a interação e cooperação entre os playeres, que segundo os organizadores deve fomentar o processo de desenvolvimento e sustentabilidade dos ecossistemas a médio e longo prazo, em setores prioritários, incentivando a viabilização de eixos estruturantes. “Estamos colhendo os frutos deste impacto com empresas de outros estados nos contatando para patrocínios, parcerias. Com a Semana de Inovação, Londrina se consolida no radar de inovação do Brasil”, diz Roberto Moreira.

Fabrício Bianchi, do Sebrae Paraná reforça que em linhas gerais a Semana de Inovação foi um grande ganho, “o primeiro de muitos, com certeza, será um desafio para que a governança do sistema de inovação em conjunto com todas as governanças de cada setor possam fazer ainda mais em 2021”.

 

A Semana de Inovação foi realizada pela Codel e Sebrae Londrina, com a organização da F&B Eventos. Promoção do evento: APL de TIC; Governança de Turismo, Agro Valley, APL de Audiovisual, Codel, ICON, INOVEMM, Salus, Sebrae e INTEGRA. Patrocínio: Fiep.