Em Londrina

Curso abordará as atualizações sobre agrotóxicos

Em Londrina

Curso oferecido pelo Instituto Imersão 

Público alvo: Médicos, Técnicos de Segurança, Engenheiros do Trabalho, Enfermeiros, Agrônomos, entre outros.

Curso idealizado para trazer as mais recentes atualizações do uso de agrotóxicos, seus efeitos e a necessidade de controle da exposição

Abordagem
O Curso apresenta aspectos conceituais sobre o trabalho agrícola e população rural.
Aborda os Modelos de produção agrícola e o contraste entre agricultura familiar e patronal.
Discute os dados epidemiológicos sobre trabalho agrícola. Caracteriza o mapa de risco do trabalho agrícola, com variações sazonais.
Além de um panorama histórico, discute as diferentes denominações deste grupo de produtos químicos e os critérios oficiais atuais para classificações toxicológicas.

Indica caminhos para busca de informações sobre agrotóxicos, legislação, sistemas oficiais de registro e de informação.
Apresenta as exigências legais e estruturas reguladoras sobre agrotóxicos (NR31, lei geral de agrotóxicos, descarte de embalagens, etc).
Examina as diversas formas de exposição ocupacional (dos grupos ocupacionais expostos) e não ocupacional aos agrotóxicos.
Caracteriza as Intoxicações agudas por agrotóxicos
Aborda da exposição a longo prazo: doenças que têm sido relacionadas com a exposição aos agrotóxicos.
Discute as controvérsias sobre EPIs para Agrotóxicos, bem como equipamentos usados e formas de aplicação.
Conteúdo Programático
• Introdução. Conceitos e diferenças sobre trabalho rural, trabalho agrícola e população rural. Agricultura familiar e patronal.
• Características e dimensão do trabalho agrícola: registros oficiais e estudos epidemiológicos
• Mapa de risco do trabalho agrícola, com variações sazonais.
• Modelos de produção agrícola: agricultura tradicional, convencional, orgânicos, transgênicos, outros. Novas tecnologias para produção agrícola (Smart Farming)
• Dados de registros oficiais e Estudos epidemiológicos sobre problemas de saúde no trabalho agrícola.
• Agrotóxicos: panorama histórico e atual, diferentes denominações deste grupo de produtos químicos e os critérios oficiais para classificações toxicológicas.
• Legislação: exigências legais sobre agrotóxicos NR31, lei geral de agrotóxicos, descarte de embalagens.
• Sistemas oficiais de informações sobre intoxicações agudas de agrotóxicos.
• Principais recomendações, tipos e as controvérsias envolvendo EPIs para Agrotóxicos.
• Equipamentos usados na aplicação de pesticidas.
• Circunstâncias da exposição aos agrotóxicos (ambiental, alimentar, ocupacional, acidental). Epidemiologia da exposição ocupacional no trabalho agrícola. Outros grupos com grande exposição ocupacional aos agrotóxicos: trabalhadores em empresas de desinsetização e controle de pragas urbanas, agentes de controle de endemias, vigilância ambiental, trabalhadores em indústria de pesticidas, lojas agrícolas
• Principais tipos químicos e classes de uso.
• Critérios para classificação de casos de intoxicação aguda. Dados epidemiológicos sobre intoxicações agudas por agrotóxicos – morbidade e mortalidade. Controvérsias sobre o tema
• Inibidores de colinesterase – padrão clínico agudo/ síndrome intermediária/neuropatia tardia. Manejo dos casos agudos.
• A questão dos biomarcadores (incluindo colinesterases)
• Abordagem específica sobre glifosato
• Exposição crônica – doenças relacionadas à exposição aos agrotóxicos:
Alergias
danos oculares
dermatoses
doenças respiratórias
disruptores endócrinos
hepatotoxicidade
neurotoxicidade
saúde mental (inclui suicídio)
danos genéticos e epigenéticos
câncer
• Efeitos de agrotóxicos sobre a saúde das crianças (trabalhadoras agrícolas ou moradoras de área rural)
• Recomendações gerais de proteção à saúde


SOBRE A PROFESSORA:

Dra. Neice Müller Xavier Faria

• Especialização em Medicina de Família e Comunidade (1986) – FHEMIG – RQE 7594
• Especialista em Medicina do Trabalho (1991) – UFRGS – RQE 33484
• Mestrado e Doutorado em Epidemiologia – Dissertação e Tese sobre a Saúde do Trabalhador Rural (doutorado concluído em 2005) UFPEL
• Professora em cursos de especialização em Medicina do Trabalho na UFRGS nas disciplinas: Epidemiologia e Vigilância em Saúde do Trabalhador. Trabalho Rural e Agrotóxicos;
• Pesquisadora associada ao Centro de Pesquisas Epidemiológicas da UFPEL – área de pesquisa: Saúde do Trabalhador Rural, com vários artigos publicados sobre trabalho agrícola e sobre o impacto dos agrotóxicos sobra a saúde. É uma das coordenadoras do estudo “Saúde dos Trabalhadores na Fumicultura” e do estudo sobre “Acidentes de Trabalho e Intoxicações por Agrotóxicos em Vacaria.
• Revisora de vários periódicos científicos (RBMT, RBSO, CSP e outros) e editora associada da Revista Brasileira de Saúde Ocupacional. Autora e co-autora de diversos artigos sobre saúde do trabalhador agrícola e sobre agrotóxicos, entre outros.
• Participante do grupo que elaborou o Dossiê dos Agrotóxicos – produzido pela ABRASCO em 2012 (com livro publicado em 2015).
• Foi coordenadora da Vigilância em Saúde do Trabalhador (Secretaria Municipal de Saúde de Bento Gonçalves-RS) e membro do conselho gestor do CEREST/Serra no período de 2006 a dez/2018 (atualmente aposentada)


Data: 7 e 8 de Março de 2020
Horário: dia 7, das 8 às 18 Horas
dia 8, das 8 às 12 Horas
Local: Instituto Imersão Treinamentos
Endereço: Av. Ayrton Senna da Silva , 1055, Sala 102, Ed. Square Garden.
Fone: (043) 3351-8111 (43) 98803-2498
Inscrições pelo Site: www.institutoimersao.com.br

Valor do Investimento:
1. Lote : R$ 885,00 até dia 17 de Fevereiro
2. Lote: R$1035,00 até dia 27 de Fevereiro
3. Lote : R$ 1150,00 até dia 7 de Março